domingo, 28 de julho de 2019

OS BENEFÍCIOS DO PILATES NAS LESÕES ENTRE CORREDORES

Pilates é o método de condicionamento físico que surgiu  através do trabalho de Joseph Pilates no inicio do século passado com o objetivo de unir o corpo e a mente, intitulado de "Contrologia".
Hoje vamos falar dos benefícios desse método nas lesões entre corredores.
Existem muitas estudos e evidencias que demonstram que a corrida tem um alto índice de lesões e é aí que entra o Pilates para corredores.
O método Pilates é muito rico em movimentos funcionais e que trabalham os grupos musculares mais requisitados durante a corrida e por isso sua importância na vida de um corredor.

Entre os benefícios do Método Pilates para corredores estão:
  • Fortalecimento muscular simétrico, reequilíbrio muscular
  • Melhora da postura evitando compensações
  • Melhora controle da mente e concentração
  • Melhora consciência corporal e coordenação
  • Diminui sobrecarga na coluna
  • Maior expansão da caixa torácica, melhorando capacidade e controle respiratório
  • Melhor equilíbrio prevenindo as lesões agudas
  • Economia de movimento
  • Melhora da técnica de corrida
  • Diminui tempos de provas por movimento mais eficiente e sem dor.
  • Melhora da performance
Os exercícios do Pilates podem simular o gesto esportivo, desenvolvendo foco, controle, alinhamento, postura, consciência corporal, alongamento, melhora da amplitude e qualidade de movimento das articulações. 

Aproveite os benefícios desse método para melhorar sua performance!


Grande abraço!

domingo, 20 de janeiro de 2019

PILATES AJUDA NA PREVENÇÃO E TRATAMENTO DAS CÃIMBRAS

Aquela dor angustiante na perna, pé, braço ou qualquer outra parte do corpo que começa quando você está dormindo ou fazendo alguma atividade, acorda você, te faz interromper o que está fazendo por ser incapacitante, você já sentiu?
Estou falando das câimbras, um quadro doloroso e que é amais comum do que se imagina.
Cãibras são contrações musculares involuntárias que podem ser muito dolorosas.
Elas surgem por diversos motivos,  podendo acontecer durante uma atividade física ou em repouso, como por exemplo no meio da noite durante o sono. Qualquer músculo está suscetível à cãibra, entre os mais comuns estão a panturrilha (batata da perna), pés, mãos, músculos da coxa, pescoço e abdômen. A causa da câimbra é muito difícil de ser determinada, porem existem fatores que podem desencadear as câimbras, sendo eles: Uso excessivo de algum músculo, desidratação, tensão muscular, ficar na mesma posição durante muito tempo, sedentarismo, fratura óssea, alterações metabólicas (diabetes, hipotireoidismo e hipoglicemia), doenças neurológicas, anemia, deficiência de algumas vitaminas (B1, B5 e B6), hemodiálise, alterações estruturais, desvios posturais. Também existem fatores que podem agravar e tornar as câimbras mais fortes e dolorosas, entre eles estão: idade avançada, ingestão excessiva de álcoolgestação, desidratação, doenças metabólicas.

Mas o que fazer quando a câimbra aparece?

Quando as cãibras acontece, a primeira coisa que você tem que fazer é tentar reverter a o sofrimento do músculo mobilizando o local, alongando e massageando o local dolorido. Coloque compressas quentes para ajudar a musculatura a relaxar e massageie com cremes a base de canfora, arnica e/ou mentol, isso ajuda o músculo a relaxar.
Para evitar as câimbras hidrate-se e tenha bons hábitos como fazer alongamentos diariamente, principalmente antes e após as atividades físicas e antes de dormir, pratique uma atividade física (sedentários tem maiores probabilidade de terem câimbras).
Mantenha-se sempre hidratado, evite bebidas alcoólicas e cafeinadas pois favorecem a desidratação que ajudam a formação das câimbras. Tenha uma alimentação saudável e inclua alimentos ricos em nutrientes que ajudam no combate as câimbras. 
Pilates é uma excelente alternativa de execícios pois une alongamento e fortalecimento muscular num único exercício, alem de ter baixo impacto (não força a musculatura afetada pela câimbra) e treinamento de força progressivo (deixando o músculo forte, prevenindo as câimbras). No entanto é bom saber que nenhum resultado aparece do dia para noite e que somente os cuidados progressivos e contínuos trazem os resultados desejados e duradouros.
Concluindo... para evitar e combater as câimbras, mantenha uma dieta balanceada em sais e minerais essenciais para a saúde do corpo, consuma alimentos ricos em potássio, porem sem exageros, beba muita água, principalmente antes e apos os exercícios físicos, faça sempre alongamentos, principalmente antes e depois de se exercitar, jamais se exercite em jejum (coma pelo menos 30 min antes das atividades físicas), não exagere na intensidade do exercícios, tampouco nas cargas (pesos), repouse apos os exercícios e nunca desanime!
Dra. Luciana Passos

sábado, 3 de novembro de 2018

PILATES EMAGRECE? VAMOS TIRAR ESSA DÚVIDA?


Chegando o verão né? E muitas pessoas me perguntam se Pilates emagrece. Então fiz esse texto pra ajudar a vocês escolherem essa atividade como sua aliada neste verão.


Então vamos lá...

Como toda a atividade física, o Pilates também auxilia na perda de peso, porém, não deve ser o único abjetivo do treino.
Explicando... O objetivo do Pilates é fornecer o controle consciente de todos os movimentos e contemplar o individuo como um todo, ou seja, corpo e mente. Foi criado para ajudar no tratamento de diversas patologias, desenvolver o equilíbrio das forças do corpo.
Assim o Pilates oferece diversos benefícios aos praticantes, e um deles, é o emagrecimento, apesar de não ser esse o objetivo principal do método, ele pode ser adaptado as necessidades de cada praticante. sendo assim o treino com o Pilates pode estar focado na reabilitação de hérnia de disco, num pós operatório de joelho, na prevenção de lesões em atletas ou então pode ser um treino focado em desenvolver um melhor contorno corporal, promovendo a troca de massa gorda em massa magra, definindo músculos, reduzindo a gordura corporal.


Como emagrecer com Pilates?

Executar um treino de Pilates com a finalidade de melhorar o contorno corporal, pode ser muito benéfica e ter grandes resultados ao longo do tempo.
O treino com Pilates não é nenhum substituto da academia como muitos pensam, os exercícios de Pilates tem o objetivo de fortalecer a musculatura do abdome, estabilizar as articulações e reeducar o movimento e apesar de parecer simples movimentos, eles são capazes de trabalhar o alongamento  o fortalecimento do corpo todo.
A boa noticia para quem esta querendo perder uns quilinhos é que o método estimula também o metabolismo e equilibra todo o funcionamento do organismo, além disso os movimentos do Pilates aumentam o gasto calórico, ou seja, bye bye gordurinhas!
Então anime-se pois estudos comprovaram que a prática de Pilates pelo menos 3x na semana ajudam na substituição da gordura por músculos, principalmente na região do abdômen, glúteos e quadris e em uma aula de Pilates com foco em perda de peso, com duração média de 1h é possível gastar cerca de 400-500 calorias.
Para potencializar os efeitos do seu treino, alie uma alimentação saudável e boas noites de sono, isso ajuda a ter resultados ainda melhores.

Pilates X Musculação

Sempre me perguntam se é melhor trocar a musculação pelo Pilates, se é mais eficiente e qual dos dois fazer?
Diante dessas perguntas, deve se observar que tanto o Pilates como a musculação são atividades que mexem com  corpo e promovem o treinamento muscular, sendo os dois eficazes no emagrecimento, sendo atividades complementares e não substitutas. A grande diferença entre Pilates e musculação são os abjetivos: Enquanto
a musculação trabalha grupos musculares com o objetivo de aumentar a força e tem resultados rápidos no aumento de massa muscular, o Pilates tem o objetivo de proporcionar controle e o reequilíbrio muscular, melhora da postura e fortalecimento de do corpo todo e, ao contrário da musculação não busca hipertrofia muscular. Sendo assim, é indicado que a musculação e o Pilates sejam aliados na perda e manutenção do peso.
Então podemos dizer que o Pilates emagrece sim e para que os resultados sejam rápidos e duradouros é indicado que sejam aliados uma alimentação saudável e bons hábitos de vida.

Pratique Pilates e desfrute dos benefícios oferecidos para todo o corpo.


Dra. Luciana Passos
Fisioterapeuta

domingo, 9 de setembro de 2018

O MÉTODO PILATES AJUDA A MELHORAR O DESEMPENHO DE CORREDORES



A corrida é uma das atividades físicas mais conhecidas e praticadas no mundo inteiro. A praticidade faz com que o numero de praticantes de corrida aumente cada dia.
Mas não é todo mundo que pode colocar um tênis e sair correndo por ai, a pratica sem preparo físico pode gerar lesões e muito desconforto, e, é aí que o Pilates entra, pois o método é uma ótima opção para melhorar o condicionamento físico, aumentar o desempenho e evitar lesões.


Benefícios da Corrida

A redução dos fatores de risco para doenças como câncer, diabetes, infarto, pressão alta, dentre outras são apenas alguns dos benefícios da corrida. Correr reduz a gordura corporal, aumenta o metabolismo e o gasto calórico, ajudando na perda de peso. A pratica ainda melhora os níveis de colesterol, reduz a pressão sanguínea e melhora a capacidade cardiovascular e respiratória pois fortalece os músculos do core e promove uma melhor oxigenação dos brônquios.

O Impacto da corrida no corpo

Apesar de tantos benefícios, a prática da corrida envolve alguns riscos e afeta principalmente atletas de alto rendimento e praticantes despreparados. Os movimentos repetitivos da corrida causam forte impacto nos músculos e articulações e podem causar lesões se forem realizados de forma errada. 

Conheça as principais lesões causadas pela prática incorreta e sobrecarga no exercício.


  • Tendinopatia dos tendões do pé e tornozelo: Lesão causada por sobrecarga ou esforço repetitivo, afeta um ou mais tendões levando a dor e inflamações.
  • Tendinite no tendão Aquileu: Lesão causada por esforço repetitivo.
  • Tendinite patelar: Associada principalmente pelo excesso de exercício e falta de alongamento.
  • Dor no quadril: O quadril também sofre com as sobrecargas dos treinamentos intensos.
  • Inflamação na canela: Muito comum entre praticantes de corrida, a Síndrome da Tensão Tibial Medial, popularmente conhecida por canelite provoca dor intensa não permitindo o apoio e a descarga no membro afetado.
  • Fascite Plantar: Localizada na região da sola do pé, a fáscia tem a função de unir o calcanhar aos dedos do pé e proteger os ossos do pé. O uso de sapatos inadequados, desgastados e/ou com pouco amortecimento, pés chatos, pisada inadequada,  dentre outros fatores podem estressar e provocar inflamação  na fáscia plantar.
  • Fratura por estresse: A corrida causa grande estresse aos pés, tíbia e fêmur e, unida ao esforço excessivo, rigidez nos tendões e uma pisada irregular pode ocasionar desgaste ósseo e consequentemente fratura.
  • Distensão muscular: É o rompimento das fibras musculares, uma lesão muito comum entre atletas, principalmente corredores. Pode ser evitada mantendo os músculos fortes e flexíveis. 
  • Câimbra muscular: Os espasmos (contrações involuntárias) de um músculo, mais conhecidos como câimbras, geram muita dor e limitações e são muito comum em corredores.

Então qual o benefício do Pilates para corredores?

As causas de lesões entre corredores e outros atletas muitas vezes é a falta de condicionamento e adaptação musculotendinosa, ou seja, déficit de força e flexibilidade muscular e tendinosa.
O Pilates através dos seus princípios de controle (muscular e tendinoso), concentração, respiração, precisão e fluidez de movimento ajuda a melhorar o desempenho e, a prática regular pode ser uma grande aliada no tratamento e prevenção de lesões, podendo ser praticado em paralelo com outras atividades. 

Conheça alguns dos benefícios da pratica regular do Pilates

  • Fortalecimento e reequilíbrio muscular: Essencial para que o corpo torne-se mais resistentes aos esforços exigidos por provas e/ou competições.
  • Melhora da postura e concentração: A postura e a concentração estão diretamente relacionados a performance esportiva, pois a postura correta e a capacidade de concentração no exercício reduzem o gasto energético. 
  • Melhora a coordenação com a consciência corporal: Ajuda a reduzir o gasto energético com o controle da respiração e aumentar a performance muscular com o acionamento correto dos músculos.
  • Reduz a sobrecarga na coluna vertebral: Previne lesões e compensações musculoesqueléticas. 
  • Melhora a respiração, o que aumenta a capacidade e controle respiratório: A capacidade respiratória é diretamente proporcional ao rendimento do atleta, princialmente nas corridas, onde a capacidade cardiopulmonar é amplamente exigida.
  • Melhora no equilíbrio: O equilíbrio muscular e articular previne lesões e melhora a performance.
  • Melhora a mobilidade articular: O Método Pilates prepara o corpo do atleta para responder melhor aos movimentos.
Gosta de se exercitar e quer melhorar seu desempenho? Comece a praticar Pilates juntamente com sua atividade favorita e comprove a melhora nas técnicas esportivas, redução nos tempos de prova através de um movimento mais eficiente e sem dor.

Dra. Luciana Passos 
Fisioterapeuta

domingo, 27 de maio de 2018

COMO A PRÁTICA DE PILATES CONTRIBUI PARA O ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL

A população idosa cresce mundial e exponencialmente e estima-se que em 2025 o Brasil seja a 6ª pais com a maior população idosa no mundo. Diante desses dados é necessário desmistificar cada dia mais o processo de envelhecimento, pois apesar de inevitável não precisa ser algo ruim, que cause sofrimento. Muito pelo contrário,  mesmo com a perda de algumas capacidades funcionais do corpo, o processo de envelhecimento pode ser levado de maneira saudável física e mentalmente.
As atividades físicas estão no topo da lista de especialistas como a melhor opção para um envelhecimento saudável e entre as opções de atividades físicas, está o Pilates Geriátrico que reúne os benefícios que os exercícios físicos podem proporcionar ao corpo em processo de envelhecimento.

O envelhecimento

O envelhecimento é um processo biológico natural a todos os seres vivos, um dia todos vão passar por esse processo progressivo que, nos seres humanos, ocasiona diversas alterações funcionais, psicológicas e biológicas e faz com que o indivíduo perca algumas capacidades físicas e habilidades psíquicas e isso pode afetar seu dia a dia.

As doenças oportunistas do envelhecimento

Doenças causadas pelo envelhecimento.
Doenças causadas pelo envelhecimento
Conforme envelhecemos, perdemos a capacidade de regeneração de tecidos e aumentados as chances de desenvolver algumas doenças, que além de debilitar o individuo pelos sintomas próprios, também causam perda da independência e autonomia tão necessária a população idosa. E com a perda das capacidades funcionais, atividades simples e de rotina como trocar de roupa,  tomar banho e preparar alimentos, tornam-se mais difíceis e desgastantes. 
A perda da massa muscular, presente no processo de envelhecimento, também contribui para a redução das capacidades funcionais afetando o equilíbrio, a coordenação e a reação aos reflexos do sistema nervoso central (SNC). Essas perdas também contribuem para o surgimento de outros problemas que também causam prejuízo a saúde do idoso como diminuição da capacidade pulmonar e circulatória, redução da coordenação motora, perda das amplitudes de movimento, flexibilidade, agilidade e percepção corporal.
Tantas mudanças e dificuldades podem gerar quadros de depressão e isolamento e a melhor forma de combater esses problemas é a prática de atividade física, principalmente em pequenos grupos onde possam ter acompanhamento profissional e socialização.

É possível envelhecer de forma saudável?

Sim. Apesar de ser um processo natural, o envelhecimento provoca uma série de reações que impactam nossa saúde, porem é possível envelhecer de forma ativa e saudável, mantendo a autonomia e independência
Isso é possível quando existe um programa de  atividades físicas inserido na rotina do idoso e a adoção de hábitos saudáveis. A atividade física aumenta a capacidade funcional corporal, tonifica os músculos, promovendo mais força e equilíbrio e quando realizada de forma regular ao longo da vida, ajuda também a manter as capacidades psíquicas, afastando problemas como depressão e ansiedade pois promove a liberação de hormônios responsáveis pela sensação de prazer e bem estar.
As atividades físicas devem ser adequadas para cada individuo, com média intensidade, baixo impacto e longa duração, como por exemplo: Pilates, caminhadas, natação, hidroginástica, entre outras.
.  

Benefícios do Pilates para Idosos
O principal objetivo do Pilates é o equilíbrio entre a mente e o corpo, ou seja, a consciência corporal, fortalecimento muscular, alongamento e equilíbrio corporal. Alem de ser uma atividade de baixo impacto, pode ser adaptado a qualquer tipo de aluno e capacidade física. 

O método Pilates oferece benefícios como:

  • Redução de dores no corpo
  • Melhora do equilíbrio, propriocepção e reflexos
  • Melhora o condicionamento físico
  • Maior  consciência corporal e percepção dos movimentos
  • Corrige a postura e melhora da velocidade de andar
  • Trabalha todos os músculos e melhora a força muscular
  • Aumenta a força e flexibilidade muscular
  • Combate e alivia o estresse, depressão e melhora da autoestima
  • Mantém o peso corporal
  • Contribuição na manutenção e/ou aumento da densidade óssea
  • Ajuda no controle do Diabetes, artrite e doenças cardiovasculares
  • Previne o aparecimento de lesões
Com o avanço da idade, diversas limitações vão surgindo e dificultando as atividades de vida diárias do idoso. 
A pratica de Pilates ajuda a manter as capacidade como levantar da cama, caminhar, descer escadas, abaixar mais fáceis, tranquilas e sem dor.

Procure um fisioterapeuta e faça uma avaliação para começar a praticar. 

Dra. Luciana Passos
Fisioterapeuta

domingo, 30 de abril de 2017

PORQUE É IMPORTANTE EXERCITAR O ASSOALHO PÉLVICO?

Exercícios simples e fáceis de executar que podem trazer benefícios na prevenção e tratamento da incontinência urinária entre outras disfunções.



Quando falamos em fortalecimento muscular, pensamos logo em músculos como glúteo, bíceps, tríceps, abdome... mas você já pensou naqueles músculos que não estão tão visíveis assim e da importância de serem trabalhados também?
Pois então, os músculos do assoalho pélvico são músculos que necessitam de constante estimulo, visto que perdemos a tonicidade de nossos músculos todos os dias com o avançar da idade, mesmo que isso não seja muito aparente, está acontecendo no nosso corpo!
O assoalho pélvico é um conjunto de músculos responsáveis pela sustentação dos nossos órgãos da cavidade abdominal e pélvica e é responsável pela estabilidade da nossa coluna vertebral, sendo uma verdadeira "base" de apoio para essas estruturas.
Além do trabalho de estrutura e sustentação, os músculos e ligamentos que compõe o assoalho pélvico apresentam um papel dinâmico de contração e relaxamento sincronizados com atividades cotidianas como esforços físicos, tosse, espirros, auxiliando na continência urinária, além de atuar durante a atividade sexual e o trabalho de parto das mulheres.
E assim como em outros músculos do corpo, a musculatura do assoalho pélvico, sofre com o envelhecimento e traumas como gestação, parto, cirurgias, hormônios, como estrogênio liberado na menopausa, que contribuem para a perda de fibras musculares que leva à perda de tônus, capacidade de contração e o enfraquecimento da região. Tosse crônica, obesidade e exercícios de alto impacto, também aumentam a pressão do abdome sobre a pelve e sobre o assoalho pélvico podendo contribuir para sua disfunção. 
A incontinência urinaria é a consequência mais frequente relacionada ao enfraquecimento do assoalho pélvico e também a mais limitante nas atividades sociais. A incontinência urinária por esforço é a mais comum e resulta na perda de urina ao tossir, espirrar, carregar peso, ou como resultado de algum esforço físico que resulta em maior pressão do abdômen sobre a pelve.
O enfraquecimento do assoalho pélvico também pode estar relacionado à incontinência fecal (perda involuntária de fezes), prolapsos genitais (abaulamento do períneo popularmente conhecido como bexiga caída), sensação de esvaziamento incompleto da bexiga após fazer xixi e a manifestações de insatisfação sexual. 
As mulheres são mais atingidas nas disfunções do assoalho pélvico pois tem uma predisposição maior de enfraquecimento, tanto pela anatomia quanto pelas questões hormonais relacionadas à menopausa e o parto.
Exercícios específicos para a musculatura perineal ajudam a fortalecer o assoalho pélvico e trazem benefícios durante a gestação, parto e pós parto, otimizam a recuperação da gestante, previnem a incontinência urinaria e disfunções sexuais.
Quando aprendemos a controlar e fortalecer essa musculatura, tornamos ela mais forte e menos susceptível à esses efeitos adversos. A execução de exercícios de modo errado pode ocasionar danos à musculatura, por isso procure orientação de profissionais especializados em treinamento do assoalho pélvico.
Através de exercícios regulares, realizados com frequência e intensidade personalizadas para cada individuo, é possível recuperar e manter a saúde do assoalho pélvico com grandes benefícios para a saúde do corpo e impactos positivos na qualidade de vida.
Além dos exercícios, outros recursos podem ser empregados no fortalecimento da região como: eletroestimulação, biofeedback, uso de cones vaginais, pompoarismo e estimulação do nervo Tibial posterior, esse ultimo é muito aceito pelo público, por não ser invasivo. Mas deve ser aplicado por um profissional habilitado afim de evitar danos e estímulos errados.

Procure seu médico e fisioterapeuta antes de iniciar um tratamento.

Dra. Luciana Passos
Fisioterapeuta

domingo, 8 de janeiro de 2017

PILATES PARA ESCOLIOSE VERTEBRAL

O que é escoliose?

Tratamento da coluna vertebralA coluna vertebral exibe curvas naturais lateralmente, sendo elas, a cifose e a lordose. Mas quando vista de frente (no plano frontal) essas curvas não devem ser observadas. A coluna no plano frontal deve ter um padrão linear e todas as vértebras devem estar alinhadas umas com as outras para que a coluna esteja saudável.
Quando acontecem desvios desse eixo com inclinação, rotação ou extensão das vértebras, apresenta-se a escoliose.
A origem da escoliose tem diversos aspectos, podendo ser idiopáticas ou posturais.
A escoliose idiopática é a mais habitual, cerca de 80% dos casos, onde não pode se identificar a causa do desenvolvimento da escoliose. Por ser o tipo mais frequente, a escoliose idiopática foi dividida em 4 grupos:
  • Infantil: Do Nascimento até os 3 anos de idade.
  • Juvenil: Dos 3 anos até os 9 anos de idade.
  • Adolescente: dos 11 anos até os 17 anos de idade.
  • Adulto: Após os 18 anos de idade.
Algumas populações estão mais sujeitas ao desenvolvimento da escoliose, como por exemplo durante a puberdade, onde a taxa de crescimento é mais rápida, aumentando o risco de progressão da curva e jovens e adultos que permanecem por longos períodos numa mesma posição.
Os sinais físicos que evidenciam a escoliose podem ser observados quando a cintura parece desigual, os ombros encontram-se assimétricos, uma perna parece ser menor que a outra ou o corpo se inclina para um lado.

Como Tratar?

O tamanho e a localização, idade do paciente e o grau de evolução são muito relevantes na hora de escolher o tratamento. Os tratamentos mais comuns são a fisioterapia, o RPG e, mais recentemente, o Método Pilates
O Pilates é um método que oferece diversos benefícios aos pacientes com escoliose, através de um programa de exercícios bem direcionados e tem sido de grande relevância no tratamento de  disfunções da coluna vertebral.
O Método Pilates oferece alongamento e fortalecimento muscular, equilíbrio e consciência corporal, o que auxilia no alinhamento do corpo, melhora a flexibilidade, reduz as tensões e compressões discais, melhorando o alinhamento da coluna e prevenindo o agravamento do problema.
É muito importante que a prática do Método Pilates seja acompanhado por um profissional para que não haja sobrecarga de estruturas e a execução dos exercícios seja correta e eficaz.

Procure um profissional para fazer sua avaliação antes de iniciar seu tratamento.



Dra. Luciana Passos
Fisioterapeuta


quarta-feira, 16 de novembro de 2016

PILATES COMPLETA O TREINAMENTO DOS ATLETAS

Treinamento funcional com PilatesPra quem acha que o método é apenas alongamento para velhinhos, gestantes e lesionados... tenho uma notícia:
O Método Pilates está presente nos treinamentos de atletas de alto rendimento, como os atletas do Clube Atlético Mineiro, que fazem bonito nos treinos.
Comprovadamente eficaz no condicionamento e na melhora da performance dos atletas, o método visa reestruturar o corpo e melhorar a consciência dos movimentos.
A prevenção de lesões é um dos benefícios mais importantes nesse grupo de atletas, já que lesões são frequentes em atletas de alto rendimento. No Pilates, os atletas encontram um desgaste muscular menor, o que aumenta a potência e a resistência, reduzindo assim, movimentos compensatórios responsáveis pelas lesões.
Ainda o método oferece o benefícios da eficiência na recuperação de traumas, evita o aparecimento de dores lombares crônicas já que melhora a mecânica dos músculos abdominais, lombares e pélvicos e também previne lesões comuns nas regiões distais dos membros inferiores como lesões de ligamentos e estiramentos musculares nos tornozelos e joelhos, muito comum em esportistas.
Todas as modalidades esportivas (balé, basquete, surfe, futebol, natação, ciclismo, vôlei e muitas outras) podem se beneficiar com o método, já que esse pode ser direcionado para modalidades específicas, possibilitando também um treinamento mais funcional.
Além dos benefícios já citados, através do treinamento com o método Pilates, o praticante desenvolve movimentos mais eficientes e seguros para sua pratica esportiva e também para o dia a dia, corrige desequilíbrios musculares, aumenta sua capacidade respiratória, fortalece os músculos do centro do corpo que sustentam princialmente a coluna vertebral, muito solicitados em todos os nossos movimentos, principalmente durante as praticas esportivas, melhoram a postura, a coordenação, o equilíbrio, a flexibilidade e a força muscular do corpo todo.
A prática também oferece benefícios que vão além da parte física, ela também melhora o foco e a capacidade de concentração e autocontrole, além de ajudar a reduzir o estresse. Um bom treino esportivo é aquele que une força, controle, consciência e prevenção! Sempre com a supervisão de um profissional qualificado.

Experimente!

Dra. Luciana Passos
Fisioterapeuta

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

CARETAS QUE VALEM MUITO

Exercicios Faciais
O rosto é a região que apresenta os sinais do tempo mais rapidamente e é imprescindível manter a constância nos cuidados que esta parte do corpo necessita. O mais importante é manter bons hábitos como uma dieta saudável, na qual não faltem as frutas, verduras e água abundante, praticar exercícios físicos para o corpo e assim aumentar a oxigenação das células, dormir bem, evitar o consumo de produtos tóxicos e evitar o estresse. 
Assim como o corpo, o rosto também precisa se exercitar para manter-se tonificado e saudável. Sendo assim é muito importante aprender e praticar diariamente exercícios que podem ajudar a retardar os sinais de envelhecimento, principalmente as rugas, em diferentes partes do rosto e relaxar também os músculos da face e mandíbula que podem causar dor e disfunção articular devido à tensão.

Pratique quando quiser e se sentir a vontade. Confira!

Dra. Luciana Passos
Fisioterapeuta

domingo, 13 de novembro de 2016

BENEFÍCIOS DA MASSAGEM

massagem para homensNão importa a natureza, a massagem só traz benefícios ao corpo, através do toque e do relaxamento.

Rosto e cabeça: A massagem nessas regiões alivia a tensão e as linhas de preocupação da face.

Pescoço e ombro: Comumente acumularmos o estresse e a tensão no nosso dia  a dia no pescoço e nos ombros. Seja após muitas horas sentados, à frente de computadores, fazendo esforço ou até mesmo durante o uso do celular, que é cada vez mais frequente e excessivo. Massagens nessas regiões ajudam a aliviar as dores e também previnem as posturas antálgicas que desenvolvemos para compensar dor ou cansaço na região.

Coluna: Uma das regiões mais importante do nosso sistema nervoso merece essa atenção, a massagem na coluna vertebral ajuda a aliviar as tensões dos músculos superficiais e profundos, ajuda no alinhamento das vertebral, alonga fáscias, aliviando e prevenindo dores.

Estresse, envelhecimento, gripes e resfriados: O estresse pode desencadear doenças. Os sintomas mais comuns incluem dor de cabeça, insonia ou sono excessivo, dificuldade de concentração, temperamento explosivo, desordens digestivas, insatisfação no trabalho, baixa autoestima, depressão e ansiedade. A massagem tem o revitalizar, o que fortalece o sistema imunológico, prevenindo assim gripes e resfriados, alivia os sintomas do estresse e também previne o envelhecimento.

Gostou? Então procure um profissional qualificado e aproveite esses e muitos outros benefícios que uma boa massagem pode lhe proporcionar.

Dra. Luciana Passos
Fisioterapeuta